CAMINHO SEGURO, MAS ÁRDUO

Caminho seguro, mas árduo

Vivemos em um tempo em que o maligno tem conseguido esfriar os valores mais nobres no coração das pessoas. Ele tem feito esfriar o valor real das coisas, como o amor, a família, a verdade, a fé, os compromissos genuínos. Vivemos num tempo em que os valores estão perdendo o seu valor. As pessoas estão ficando, a cada dia, mais individualistas, pensando mais em si mesmas e menos no próximo. O valor do amor está equivocado.

Não podemos ficar olhando apenas para nós mesmos, e fazendo escolhas que simplesmente nos beneficiam; isso é individualismo negativo e egoísta. Há uma necessidade gritante, no mundo de hoje, de resgatarmos os valores e a aplicação prática do amor de Deus na nossa vida e nos relacionamentos à nossa volta.

Não podemos ser preconceituosos nem ser pessoas alienadas na fé. Precisamos ser pessoas de testemunho forte, para podermos mudar o mundo como Deus quer. Precisamos revolucioná-lo de forma diferente. E isso não é fazer uma guerra ou uma revolução contra as pessoas, mas contra ideias e mentiras que, aos poucos, se não cuidarmos de rechaçá-las, podem se tornar “verdades” destruidoras.

O caminho do amor é uma estrada segura, mas nem sempre curta ou pacata. Ela pode ter subidas e descidas, sol , chuva, mas é uma caminho que conduz corretamente aos lugares preparados por Deus para nossa proteção e crescimento. A Bíblia está cheia de pessoas que andaram por ele, e os mapas estão à disposição para que façamos a nossa jornada, seguindo os passos daqueles que chegaram lá antes de nós. Além do mais, podemos contar com as marcas de sinalização, para que evitemos acidentes e surpresas indesejáveis.

Fonte: Portal MDA

CAMINHO SEGURO, MAS ÁRDUO

Comentários (0)