FORMANDO LÍDERES

Formando Líderes

Demóstenes, o maior orador do mundo antigo, gaguejava! A primeira vez que ele tentou fazer um discurso público, foi tão ridicularizado pelo público que deixou a tribuna. Júlio César era epilético; Beethoven e Thomas Edison eram surdos. Charles Dickens e Handel eram aleijados.

Homero era cego; Platão era corcunda; Sir Walter Scott era paralítico. Todos esses líderes foram pessoas de vanguarda, apesar de suas fraquezas.

É muito difícil classificar exatamente como um líder deve ser. Herb Miller, em seu excelente livro The Empowered  Leader (O líder capacitado) disse: “Eu estou convencido que grandes líderes raramente são normais ou pessoas bem-ajustadas. Francamente, quem de nós, afinal está um pouco cansado da normalidade?”.

Este é um bom quebra-gelo para usar entre os líderes: “Quais características um líder perfeito deveria ter?” Não se preocupe muito se você tiver tantas respostas como o número de pessoas participando do grupo. É difícil, se não impossível, encontrar uma definição exata de liderança. O estudo de liderança é amplo e variado. As inúmeras definições de liderança validam esta citação de Bennis e Nanus “… liderança é o tópico mais estudado e menos compreendido das ciências sociais… Liderança é como o abominável homem da neve, cujas pegadas estão em todo lugar, mas não é visto em lugar algum”. Esses especialistas no  assunto de liderança vão adiante e dizem:

Se você está procurando futuros líderes, anime-se. Deus usa todos os tipos de líderes. Não existe algo como um líder perfeito. Também não existe um modelo rotulado de liderança. Deus quer usar você na sua singularidade. A liderança tem muitas personalidades. Embora a bíblia não ofereça um tipo de personalidade para uma grande liderança, ela nos dá as características de uma liderança eficiente.

Fonte: Extraído do Livro “Multiplicando minha Liderança” – Joel Comiskey.

FORMANDO LÍDERES

Comentários (0)