POR QUE AS PERDAS DOEM TANTO?

Por que as perdas doem tanto?
Na vida, às vezes você vence. Quando vencemos, nada dói; quando perdemos, tudo dói. E a única vez que você ouve alguém usar a frase “É só um jogo” é quando essa pessoa está perdendo. Pense nas perdas da sua vida e como elas fizeram você se sentir. Nada bem. E não é apenas a dor do momento que nos afeta. Nossas perdas também nos causam outras dificuldades. Eis algumas:

1 – As perdas fazem com que fiquemos emocionalmente estagnados
O autor Les Brown diz “Os bons momentos guardamos no bolso. Os maus momentos guardamos no coração”. As experiências negativas nos afetam de modo mais profundo do que as positivas, e se você for como eu, pode ficar emocionalmente estagnado.

2 – As perdas nos derrotam mentalmente
Não se pode negar que nossa vida seja cheia de perdas. Algumas grandes, outras pequenas. E as perdas que enfrentamos afetam nossa saúde mental. Algumas pessoas lidam bem com elas, outras não. Com frequência a perda nos sobe à cabeça. Ela nos derrota e fica difícil encontrarmos soluções para nossos desafios. Queremos sucesso, mas em vez disso deveríamos treinar para as perdas.

3 – As perdas criam uma fenda entre “Eu devia” e “Eu fiz”
Perder pode criar um ciclo em nossa vida, um ciclo negativo. As perdas, especialmente quando acumuladas, podem levar à insegurança. Quando somos inseguros, duvidamos de nós mesmos. Ela faz com que hesitemos ao tomar decisão. Quando tal fenda é criada e não vencida, o sucesso torna-se quase impossível.

Fonte: Extraído do livro “Às vezes você ganha e às vezes você aprende” – John C. Maxwell

POR QUE AS PERDAS DOEM TANTO?

Comentários (0)