UM CONVITE PARA MORRER

Quando estamos na presença de Deus, existem algumas coisas que impedem nosso crescimento, nosso avanço. Entre essas tantas coisas, uma das principais é ser vivo demais. Vivo demais para si mesmo, para suas vontades e desejos.
E para que o proposito de Deus se cumpra nas nossas vidas, precisaremos morrer para nós mesmos, um exemplo disso é Sansão.

Sansão teve morte física, mas não era necessário que isso acontecesse, se ele morresse interiormente. Muitas pessoas por não se matarem por dentro, começam a se matar por fora. Matam seu ministério, casamento, chamado, relacionamentos…
Alguns aspectos que nos fazem viver demais:

Ser mimado

Existem pessoas que são cheias de vontades e mimos, que são levadas aquerer as coisas no seu tempo, quando na verdade o que tem que prevalecer é a vontade e o tempo de Deus.
Pessoas assim são levadas a rejeitar até mesmo conselhos. Precisamos de alguém para falar na nossa vida, um discipulador, líder, pastor, um amigo, um pai e uma mãe…

Não ser transparente

Quando a pessoa está viva demais, ela se alimenta do seu erro, do seu pecado. O pecado em oculto têm levado muitas pessoas ao precipício.

Deixam o orgulho tomar conta da sua vida, e acabam não sendo transparentes. O orgulho que a pessoa tem não a deixa morrer.
Temos que abrir nosso coração e sermos transparentes, alcançando assim o coração do Deus.

Só ver o “eu”

Pessoas que pensam somente em si mesmas só sabem ver o lado ruim das pessoas, achando que só ela é certa. Todo mundo tem um lado ruim e um lado de valor. Tudo depende de como valorizamos o nosso “eu”.

Ser vencido pelos desejos da carne

Sansão não aguentava vencer as paixões da sua carne. Por querer satisfazer sua carne e suas vontades, sofreu grandes consequências, e até a morte.

Para que não vejamos um velório do lado de fora, precisamos assassinar algo dentro de nós.

Existe um propósito para cada um de nós. E para cumprir o propósito de Deus, precisamos morrer. Morrer por dentro para não morrermos por fora. Não ver nosso ministério morrer, nosso casamento, nossos relacionamentos, nosso chamado…

Precisamos morrer para descobrirmos o propósito de Deus.

UM CONVITE PARA MORRER

Comentários (0)